FOI ENTERRADO CORPO DE TAXISTA QUE MORREU APÓS RECEBER INJEÇÃO COM ANABOLIZANTE

20/03/2011 01:12

 O taxista que morreu após passar mal depois de receber uma injeção de uso veterinário foi enterrado no final da tarde deste sábado (19) no cemitério Campo Santo. José Lídio dos Santos, 62 anos, teria recebido a injeção com o anabolizante do amigo Antônio Carlos Souza Macedo, 40 anos, que foi preso em flagrante.

A causa exata da morte de José Lídio ainda está sendo investigada. Ele passou mal na noite de quarta-feira, depois de receber a injeção, e foi levado para o hospital Ernesto Simões, onde acabou falecendo na quinta-feira. Antônio Carlos foi detido quando tentava escapar com o táxi da própria vítima.

Na 2ª Delegacia, Antônio Carlos chegou a ser autuado por exercício ilegal da medicina. Embora tenha assumido que aplicava injeções com vitamina no taxista, ele negou que tenha aplicado qualquer produto de uso veterinário em José Lídio. A família da vítima não acredita em Antônio Carlos e desconfia que ele queria ficar com o táxi de José Lídio.

Antônio Carlos foi solto e deve responder às acusações em liberdade.


www.teomaria.com