ESTÃO PRESOS OS POLICIAS ACUSADOS DE MATAREM EX-RECRUTA

04/02/2011 00:14

 

Os dos investigadores da Polícia Civil acusados da morte do ex-recruta da Marinha, Levi Monteiro Reis, durante uma abordagem em Cajazeiras XI, no dia 14 de janeiro, foram presos na manhã desta quinta-feira (3). Carlos Souza Filho e Valmir Oliveira da Silva, lotados na 13ª Delegacia (Cajazeiras), estão detidos na carceragem da Corregedoria da Polícia Civil.

 

Os dois tiveram as prisões decretadas por determinação do juiz Moacyr Pitta Lima Filho com base nas investigações presididas pela Corregedoria da Polícia Civil (Correpol) e Corregedoria Geral da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP). “As testemunhas reconheceram os policiais por fotos e agora poderão confirmar se trata ou não das pessoas responsáveis pela morte do jovem”, informou o corregedor geral, Nélson Gaspar. Ele acrescentou que alguns laudos periciais do crime estão sendo finalizados no Departamento de Polícia Técnica.

 

Os investigadores permanecerão presos por 30 dias na Corregedoria da Polícia Civil, período que a delegada Amanda Carine, à frente do caso, terá para finalizar o inquérito e encaminhá-lo ao Ministério Público. “As prisões irão contribuir para a investigação já que algumas testemunhas estavam se sentindo intimidadas em apontar os policiais como autores do homicídio”, disse a corregedora da Polícia Civil, delegada Regina Sampaio. A participação de outros policiais também está sendo investigada.

 

O crime aconteceu no dia 14 do mês passado, quando a vítima participava de uma festa, numa laje em Cajazeiras XI. Durante a abordagem de policiais da 13ª DP, o ex-marinheiro foi atingido com um tiro no coração. Foi levado para o Hospital Eládio Lasserre, mas chegou sem vida.

 


www.teomaria.com