BANDIDOS USAM REFÉNS PARA ASSALTAR BB DE BANZAÊ

06/03/2011 20:19

Aproveitando o período de carnaval, quando boa parte dos policiais lotados no interior do estado vai reforçar a segurança da festa na capital, os assaltantes de Bancos aproveitaram a madrugada de sábado (05), para estréia uma nova modalidade de roubo ás agências bancárias. Depois de praticarem o método de seqüestrar famílias dos gerentes e dos tesoureiros, de chegar atirando nas cidades, fazer escuto humano, utilizando os clientes e na fuga, atear fogo em carros, oito dos assaltantes já chegam à cidade de Banzaê com reféns e forçaram a quebrar a agência e colocar os caixas eletrônicos em dois carros e fugirem levando todo dinheiro. Os reféns forma liberados  por volta das 05hs da manhã,  em uma estrada vicinal de acesso a Comunidade do Tabuleiro.

Como tudo aconteceu – Não se conhece nem um filme até o momento que  tinha narrado um fato desta natureza que pudessem ter inspirado os assaltantes agirem assim.  Segundo um dos reféns, os assaltantes chegaram por volta de meia noite a cidade e já estavam com sete pessoas que tinham sido feito reféns no povoado São João da Fortaleza, município de Cícero Dantas. Ao chegarem a Banzaê, abordaram outras pessoas que estavam em duas lanchonetes e uma pizzaria, fazendo também reféns.

Com todo este pessoal sob seus domínios, os assaltantes levaram até a agência bancária e obrigaram a quebrar o banco o colocarem os caixas eletrônicos em cima dos carros que eles estavam utilizando. Eles tentaram arrombar o cofre da agência mais não conseguiram. Irritado, um dos assaltantes atirou em  um homem que estava na esquina observando todo movimento. Ainda com identidade desconhecida, ele foi ferido e está internado no Hospital Geral Santa Tereza em Ribeira do Pombal, dois dos reféns conseguiram fugir pulando o muro da escola vizinha ao banco antes dos assaltantes deixarem à agência.

Os assaltantes ficaram 01 hora e 20 minutos na agência e fugiram por uma estrada vicinal de acesso a Comunidade do Tabuleiro, onde liberaram os reféns, depois de pedirem para eles tirar os caixas eletrônicos de cima o carro e arrombar. Ao perceber depois de  um certo tempo  que eles não iriam conseguir, os assaltantes desistiram e prosseguiram a fuga em Ranger e na Strada que roubaram em Banzaê, levando os caixas. Antes, porém, os assaltantes deixaram um veículo tipo Montana, para os reféns retornar a cidade. Dentre os reféns, estava o proprietário do veículo Strada e o mesmo foi avisado que seu carro iria ser deixado em algum ponto da estrada. Já o proprietário da Ranger, também foi feito refém e em uma descuido dos assaltantes, fugiu pulando o muro da escoa vizinha a agência. Até o fechamento desta matéria, a polícia não tinha pista dos assaltantes.

jorgequixabeira.com


www.teomaria.com